All for Joomla All for Webmasters

Os 22 filmes do STUDIO GHIBLI – parte 1

Studio Ghibli é o lendário e talvez mais aclamado de todos os estúdios de animação do mundo!
Com animações sutis e de profunda beleza, o Studio Ghibli fez história na mundo do cinema.
Vamos conhecer em ordem cronológica dos seus Filmes originais. ó lá heim, pode conter spoilers!

Veja a parte 2 clicando aqui

Castelo no céu – 1986

Escrito e dirigido por Hayao Miyazaki, foi o primeiro filme oficial do Studio Ghibli.
O filme se trata das aventuras de um menino e uma menina tentando manter um cristal mágico de um grupo de agentes militares, enquanto procurava por um lendário castelo flutuante.
A jovem órfã Sheeta e seu sequestrador, coronel Muska, estão voando para uma prisão militar quando sua aeronave é atacada por uma gangue de piratas aéreos liderados por Dola. Escapando da colisão no ar através de um cristal mágico em seu pescoço, Sheeta conhece o também órfao Pazu. Juntos, tentam descobrir a cidade mística flutuante de Laputa, enquanto são perseguidos por Muska e os piratas, que cobiçam o tesouro da cidade.

Túmulo dos Vagalumes – 1988

Filme conhecido como um dos mais triste de todos os tempos, Hotaru no Haka não é recomendado pra quem se emociona com facilidade.Os irmão Setsuko e Seita vivem no Japão em meio a Segunda Guerra Mundial. Após a morte da mãe num bombardeio americano e a convocação do pai para a Guerra, eles vão morar com alguns parentes. Como os tempos eram de crise no japão, as pessoas que haviam acolhido as criança acaba as expulsando devido aos recursos muito limitados. Então duas crianças se veem sozinhas num lugar sem alguma empatia. Eles se abrigam em uma construção abandonada em uma floresta próxima a cidade, eles agora devem lutar pra ter o mais básico, como comida, ou água. Esse filme é só para os fortes.

 

Meu Vizinho Totoro – 1988

Também escrito e dirigido pelo genial Miyazaki.
Esse foi o primeiro grande sucesso do Studio, tornando o filme e o personagem título um ícone da cultura pop.
O filme conta a historia das duas jovens filhas (Satsuki e Mei) de um professor e suas aventuras com espíritos da floresta amigáveis no Japão pós-guerra rural.
A família se muda para o campo para poderem ficar mais perto do hospital em que a mãe das crianças está internada.
Em meio às brincadeiras e descobertas na cidade nova, as crianças conhecem os Totoros, que são espíritos amigáveis, e bem dorminhocos, da floresta, só crianças são capazes de vê-los ou interagir com eles. Muitas aventuras acontecem nesse doce filme
vale muito a pena conferir esse marco cultural, independente de sua idade 😉

 

O serviço de entrega da Kiki – 1989

Serviços de entrega da Kiki, ou Majo no Takkyubin, foi o primeiro filme do Studio Ghibli em parceria com a Disney.

Kiki é uma bruxa de 13 anos em treinamento, vivendo em um vilarejo onde sua mãe é a perita em ervas local. É uma tradição entre bruxas fazer uma viagem de um ano sozinhas quando elas fazem 13 anos.
Kiki acaba chegando à cidade portuária de Koriko. Depois de um começo difícil, por causa de sua insegurança, Kiki faz amigos e encontra um lugar para morar. Mas ela possui somente uma habilidade de bruxa: sua habilidade de voar em uma vassoura, na qual ela não é ainda totalmente proficiente. Ela resolve, então, começar um serviço de entregas, pra poder sobreviver independentemente na nova cidade.

 

 

Omoide Poro Poro – 1991

Omoide Poro Poro é um filme de animação japonesa de 1991, escrito e dirigido por Isao Takahata, baseado no mangá de 1982 do mesmo título.
Ele foi animado pelo Studio Ghibli mas sem a participação de Hayao Miyazaki.
O filme explora um gênero tradicionalmente pensado para estar fora do reino dos temas animados: um drama realista escrito para adultos.
Taeko é uma mulher solteira que se dedica apenas ao trabalho. Ela sai de sua nativa Tóquio pela primeira vez e viaja a Yamagata para visitar a família da irmã durante a colheita anual de açafrão-bastardo. Ao longo da viagem, ela começa a questionar se sua vida estressante é o que desejava quando jovem.

Porco Rosso – 1992

Dirigido por Hayao Miyazaki, é um longa metragem baseado no mangá Kurenai no Buta.
Na Itália, durante o período entre as duas guerras, com um fundo de recessão económica e de ascensão do fascismo, perdido numa ilha deserta no mar Adriático, um ex-piloto emérito da Força Aérea Italiana, se vê transformado em um porco e converte-se em caçador de recompensas. Ele se chama “Porco Rosso”. A bordo de seu hidroavião vermelho, ele tem muitas aventuras: de caça aos piratas do ar que fizeram um hábito de roubar os turistas, o resgate de passageiros tomados como reféns, duelos aéreos, “corridas” de hidroavião entre outras

Eu posso ouvir o oceano – 1993

o filme foi baseado na light novel homónima escrita por Saeko Himuro. 
Após o divórcio dos pais de Rikako Muto, uma estudante de Tóquio, ela é transferida para um colégio de Kochi, uma cidade litorânea remota da capital. Além de linda e inteligente, se dedica muito aos estudos e aos desportos. Mas sem saber por quê, não consegue se adaptar à vida social da escola. No mesmo colégio chegam Taku Morisaki e Yutaka Matsuno, que sempre foram melhores amigos na vida, e logo o trio começam a viver um triângulo amoroso.

Pom Poko – 1994

Baseado no folclore japonês, os tanukis (Nyctereutes procyonoides) são retratados como espécies perniciosas, que são capazes de usar a “ilusão da ciência” para se transformarem em quase tudo, mas são divertidos, carinhosos e seus rivais são kitsune (raposas) e outros metamorfos. Visualmente, os tanukis neste filme foram retratados em três maneiras, em vários momentos como: animais realistas, antropomórficos, animais que ocasionalmente usam roupas, e os valores baseado no mangá de Shigeru Sugiura.
Eles então assumem a forma realista quando são vistos por seres humanos, e outras formas de desenho animado quando estão fazendo algo estranho ou agindo de forma caprichosa.

 

Sussurros do coração 1995

Shizuku é uma jovem apaixonada por livros que leva uma vida simples. Certo dia, ela descobre que todos os livros que já pegou na livraria foram checados pela mesma pessoa, Seiji Amasawa. Ela conhece um garoto da sua idade que acha irritante, mas decobre que ele é o seu “Príncipe dos Livros”. Entretanto á medida que os dois se aproximam, ele conta que tem o sonho de fabricar violinos, o que faz Shizuku perceber que ela não tem nenhum um caminho para sua vida.

 

Princesa Mononoke 1997

Dirigido e escrito por Miyazaki, Mononoke Hime, diferente dos filmes anteriores do Studio
Ghibli, tem um tom mais sombrio e violento.
A aldeia de Ashitaka é invadida por um estranho demônio, e quem resolve enfrentá-lo é o corajoso príncipe. Ele luta com o bicho e consegue matá-lo, mas antes fica com o braço ferido e é contaminado por uma maldição. Ele irá se corroer pelo ódio até se tornar um demônio igual ao outro e morrer, a não ser que ele vá atrás da cura na floresta proibida. É aí que começa a jornada de Ashitaka, que vai enfrentar animais fantásticos, princesas amaldiçoadas e os mistérios da natureza. O príncipe vai conhecer também os homens que querem destruir a floresta e a pequena San, ou Princesa Mononoke.

 

Meus Vizinhos: Os Yamadas 1999

Baseado no mangá yonkoma Nono-chan criado por Hisaichi Ishii, foi o primeiro filme digital do Studio Ghibli. Takahata queria a família Yamada-kun para ser o estilo de arte de fotos aguarela, em vez de imagens de células. Para isso acontecer, as técnicas tradicionais de pintura em célula foram substituídas com a tecnologia digital, tornando Yamada-kun o primeiro filme do estúdio Ghibli a ser pintado inteiramente em computador.
O filme mostra o quotidiano da família Yamada, Takashi e Matsuko (o pai e a mãe), Shige (a mãe de Matsuko), Noboru (o filho de 13 anos), Nonoko (a filha de 5 anos), e Pochi (o cão da família).

Acesse a Parte 2 clicando aqui!