All for Joomla All for Webmasters

Os 10 Mangás mais vendidos da Shonen Jump!

Weekly Shonen Jump, é a lendária revista semanal de mangás publicada pela editora Shueisha.
Alguns dos títulos mais populares, são publicados nessa revista.
Neste Top 10, vamos descobrir quais os títulos mais vendidos da Shonen Jump de todos os tempos!

10° - Hunter × Hunter

32 volumes (1998-atualmente)
60 milhões de cópias vendidas.

O personagem principal, Gon, a fim de conhecer seu pai, a quem ele nunca tinha visto, se torna um “Hunter” que é um trabalho fictício ambientado no mundo da história. Uma grande variedade de inimigos e aliados com habilidades especiais exclusivas, criados em um vasto mundo, porém bem detalhado, impulsionaram a popularidade dessa série. No entanto, é conhecida por seus longos hiatos. Ao longo de sua existência, a série teve pausas de até dois anos, e muitos pareciam com Yu Yu Hakusho, onde os desenhos pareciam que foram publicados em estado aparentemente inacabado.

9° - Fist of the North Star

27 volumes (1983-1988)
60 milhões de cópias vendidas.

Situado em 199X, onde o mundo foi destruído pela guerra nuclear, a história se desenvolve com Kenshiro empregando o estilo de luta Hokuto Shinken para combater uma variedade de inimigos poderosos. O estilo da série e do mundo foram influenciados por Mad Max e Os Gritos do Silêncio. Desde o início da série, a mesma foi muito popular e conduziu a Shonen Jump no gênero de ação e artes marciais. Além disso, mais de vinte anos após seu fim, ela ainda obteve spin-offs e adaptações em forma de anime.

8° - Captain Tsubasa

37 volumes (1981-1988)
70 milhões de cópias vendidas.

O herói dessa história, Tsubasa Ozora, cresceu com o sonho de se tornar um jogador de futebol no Brasil. Ele possui habilidades fantásticas, que, provavelmente, fariam com que seu marcador obtivesse ao menos um cartão amarelo na vida real. O impacto desse trabalho pode ser vistos nos inúmeros fãs ao redor do mundo, incluindo a maioria dos jogadores profissionais do Japão, bem como Fernando Torres e Zinedine Zidane. A fama de Tsubasa até mesmo alcançou o Oriente Médio, onde podia ser visto desenhado até mesmo ao lado de caminhões que entregam água.

7° - JoJo’s Bizarre Adventure

107 volumes (1987-atualmente)
77 milhões de cópias vendidas.

A família Joestar é descrita de pai para filho nesta série. Cada capítulo se concentra em um personagem diferente na família e, muitas vezes pula de um país para outro. Essa série leva o gênero de luta sobre-humana familiar e a mistura constantemente mudando as habilidades e inteligência do personagem principal.

6° - Bleach

57 volumes (2001-atualmente)
78 milhões de cópias vendidas.

Essa história contada por Tite Kubo acontece no mundo ocultismo. É um mundo no estilo de um “Exorcista japonês”. Essa série segue Ichigo Kurosaki de acordo com que ele ganha poderes de um Shinigami e luta contra contra o mal. Embora essa história lida com a mitologia asiática, ela ganhou muitos fãs em outros países. E, embora a Shonen Jump seja vista como revista dos meninos, a série tornou-se muito popular entre o público feminino.

5° - Slam Dunk

31 volumes (1990-1996)
117 milhões de cópias vendidas.

Neste mangá de basquete feito por Takehiko Inoue, o estudante delinquente Hanamichi Sakuragi, que está no ensino médio, é aconselhado a juntar-se à equipe de basquete da escola por Haruko Akagi. É uma história de maturidade, que lida com as relações entre os companheiros de equipe e rivais. Esse mangá teve um grande impacto em programas de basquete em escolas secundárias e escola de ensino médio em todo o Japão. Mesmo em Taiwan alguns alunos fizeram um vídeo em tributo à série.

4° - naruto

77 volumes (1999-2016)
140 milhões de cópias vendidas.

Naruto é um mangá de artes marciais que lida com ninjas aspirantes. A história gira em torno de temas orientais que encontrou sucesso em mais de 30 países ao redor do mundo, além de uma adaptação em anime que pode ser encontrada em mais de 80 países.

3° - kochikame

188 volumes (1976-atualmente)
156 milhões de cópias vendidas.

Esse mangá pateta feito por Osamu Akimoto, é estrelado por um oficial de polícia no centro de Tóquio. Referido carinhosamente como Kochikame, é a prova de quão longevo pode ser um mangá, tendo sido publicado de 1976 até os dias de hoje, contando com 188 volumes. É uma série episódica que incide sobre humor pastelão com misturas que incluem referências a cultura pop e alguns elementos dramáticos. Não tendo um único hiato em mais de 30 anos, Kochikame ganhou um recorde no Guinness como série publicada a mais tempo em uma revista juvenil.

42 volumes (1986-1995)
230 milhões de cópias vendidas.

Essa obra-prima foi baseada no conto clássico chinês “Jornada ao Oeste“, mas com ênfase em combates. Ele contém todos os três elementos dos mangás da Shonen Jump; vitória, amizade e esforço. O criador da série, Akira Toriyama disse que entre os personagens da série, PiccoloKuririn e Mr. Satan eram seus favoritos. Uma das maiores críticas a série é que ela sempre parecia interminável, na qual inimigos sempre mais poderosos iriam surgir. Isso acabou levando ao fim da série, mesmo que isso significasse a interrupção de algo que trouxe receitas sem fim, vindas de revistas, merchandising, séries animadas. Sua narrativa saudável e positiva é a principal razão por seu grande sucesso. Seu personagem principal, Goku, está entre os personagens mais conhecidos de todos os tempos, quebrando a barreira do Japão e atingindo grande parte do mundo.

1° - one piece

77 volumes (1986-1995)
270 milhões de cópias vendidas.

Esta série de aventura e ação segue o pirata Luffy e foi criada por Eiichiro Oda. Quando as obras populares dos anos 90 como Dragon Ball e Slam Dunk acabaram, a Shonen Jump ficou sem hits. Ela precisava de algo para escapar da “depressão pós Dragon Ball”. Apesar de suas sátiras de questões complexas como disputas territoriais, religião e guerra, a série se abstém de temas não indicado para crianças, isso fez com que ela fosse muito bem recebida pelos jovens leitores.